Lotes voltam a ser tornar boa opção…


Muito comum há algumas décadas, a compra de terrenos volta a ser uma excelente oportunidade de negócio, avançando em toda a cidade.

.

Júnia Leticia – Estado de Minas

Publicação: 14/08/2011 11:09

.

Desde o tempo em que lotes eram dados como dote em casamentos até os dias de hoje, muita coisa mudou. Do pequeno investidor, que via na possibilidade de adquirir um terreno em cidades vizinhas à capital uma oportunidade para não deixar seu dinheiro parado, até a especulação de grandes incorporadoras, hoje o que se vê é um crescimento da venda de lotes localizados na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

.

Pelo menos é o que aponta pesquisa realizada pela Netimóveis, conforme o diretor da associada Planta e do comitê de marketing da Rede, Celso Salles. “O percentual foi apurado por meio de levantamento realizado nas 55 imobiliárias associadas à Rede Netimóveis em Belo Horizonte e região metropolitana, que apontou o crescimento de 30% na comercialização de lotes”, informa.

.

O mercado para terrenos volta a ficar aquecido depois da queda nas vendas de terrenos ocasionada pela nova Lei de Uso e Ocupação do Solo, que determinou que a área construída permitida fosse menor em relação ao ano passado. “Construtoras que atuavam em outros segmentos, e principalmente em outros estados, viram nesse filão uma oportunidade de negócio e também entraram para o mercado da construção civil, o que provocou uma procura muito grande por terrenos”, observa Celso.

.

A Prospectar é outra empresa que registrou aumento na comercialização de lotes. Especializada na captação de terrenos para formação de land bank (banco de terrenos), em 2010 fechou nove negócios, segundo o sócio-diretor da empresa, Rodrigo Amaral. “O valor geral de vendas (VGV) chegou a R$ 268.826.784. Apenas este ano, já foram fechados oito negócios e 75 estão em curso”, completa. O VGV é o valor do produto no mercado, ou seja, o quanto se espera arrecadar com a venda de todas as unidades do produto.

.

Confira a notícia na íntegra: http://estadodeminas.lugarcerto.com.br

Deixe uma resposta